quinta-feira, maio 22, 2008

O preço do petróleo e a especulação.


O preço do petróleo ultrapassou os 135 dólares em Nova Iorque. Uma subida vertiginosa! Clama-se que a especulação está na origem desta subida. Em parte, ainda bem que assim é. Era preferível que isto ocorresse de forma planeada. Mas, pelos vistos, só mesmo com os preços altos é que os comportamentos poderão alterar-se. A pedagogia não chega e leva demasiado tempo a surtir efeito.

Sobre a especulação, e como ela não desaparecerá tão cedo:

A notable development in the past few days of oil futures trading was a rapid shift to continuous “contango” which is a situation in which prices of futures contracts become progressively more expensive into the future. This is the first time that continuous increases have ever occurred in the history of the oil futures market; that means the consensus of the oil traders is that the price of oil will continue to climb steadily for at least the next eight years.

Na realidade não se trata apenas, e sobretudo, de especulação. Caso contrário, os preços não manteriam esta sustentação a níveis tão altos durante tanto tempo. Quando o preço estava a 50 dólares já se falava em especulação.

1 comentário:

miguel disse...

Um texto interessante que indica que a especulação não é a principal causa da subida:

http://krugman.blogs.nytimes.com/2008/04/20/commodities-and-speculation-metallic-evidence/